19 de fev de 2012

Lições em Salmos 6

     Continuando a série se mensagens que estamos postando toda segunda-feira em salmos hoje nos debruçaremos no salmo 6 e compartilharemos toda vontade de Deus inserida nele. O referido texto é sobre a misericórdia de Deus sobre Davi que lhe clamara, contando a sua situação, a profundidade do seu sofrimento.
     Vejo de interessante que Davi fala de perturbações no ossos(v2), ou seja, se uma instabilidade na sua estrutura como um todo aonde o desespero tomara conta de seu coração. Quantas ocasiões não nos deixam como o servo de Deus Davi? Quantas vezes a angústia quer nos tirar o nosso sentido? O salmista tinha a simples diferença que era saber pra onde recorrer, é como falar pra Jesus "para onde vamos, se só tu tens as palavras de vida eterna". O escritor desse salmo não tinha ninguém a quem recorrer, pois era profundo o seu sofrimento e fora da visão de qualquer homem, era uma crise existencial que só Deus o socorreria.
     No texto entende-se que na crise Davi perguntava a Deus "até quando?"(v3) pois em momentos ruins de crise as horas se arrastam, os dias parecem anos, e tudo que esperamos é um milagre de Deus, outra coisa que essa pergunta indica é que o sofrimento era tamanho que a sensação era de abandono por parte de Deus.
     Davi conta tudo para Deus, mas vemos no final a sua declaração de certeza de que Deus ouvira o seu clamor(v9), e essa mínima fé tranquilizava o coração dele de todas as perturbações, a lição de recorrer a Deus é a maior lição que o salmista nos oferece, só que isso é produto de uma intimidade com ele, de uma vida de contato com Deus, de uma constância que dê a você o sentimento de confiança de que obterá resposta de Deus em tempo oportuno na vida seja como for, pois ele tem seus meios de nos salvar das maiores crises que alguém pode suportar.

                                 

0 comentários:

Postar um comentário