31 de out de 2013

Reformando Sempre!

Graça e paz a todos os queridos Leitores!  Hoje venho aqui para falar um pouco com todos a respeito da reforma protestante que comemora seus 496 anos no próximo dia 31/10. Nesse mesmo dia do ano de 1517 Martinho Lutero, Monge agostiniano, pregava suas 95 teses na porta da catedral de Wittenberg na Alemanha, Dando início a um dos grandes cismas da história da humanidade, e crucial na história do Cristianismo e da cultura ocidental.
     Muitos Advogam que esse evento histórico  foi uma questão política, até posso acreditar que tenha sido, pois os da fé sabem que Deus se utiliza de tudo para cumprimento de sua vontade, porém não acho que tenha só sido isso. A reforma propiciou uma liberdade de um despotismo de mais de mil anos, aonde em nome de Deus foram feitas muitas atrocidades, e no lugar do maior privilégio do homem, o acesso direto a Deus por meio da cruz foi criada uma mediação religiosa aprisionadora. Portanto não dá para não pensar que foi um movimento espiritual legítimo, a partir daquele momento as pessoas iriam ter acesso direto à bíblia que antes era privilégio de clérigos, contudo isso acesso direto a Deus.
Um movimento tão grande e tão abrangente pode ser analisado de muitos ângulos, mas nesse momento desejo dar um enfoque mais prático e mais fácil de ser visto por todos nós, que são as heranças e as contribuições que a reforma deu para a sociedade ocidental até os dias de hoje. Ainda que a sociedade hoje não queira Deus, e despreze os protestantes, elas utilizam das conquistas históricas que a reforma protestante teve. Arrisco dizer que a reforma foi o movimento que mais contribuiu para o ocidente.
     A primeira Conquista que a reforma trouxe com o tempo para a sociedade foi a educação.  No Regime anterior Romano, as únicas pessoas alfabetizadas eram os clérigos religiosos e a burguesia, 95% das pessoas eram analfabetas, tudo isso era interesse do poder até então vigente, pois com menos conhecimento as pessoas seriam mais facilmente manipuladas, nada muito diferente dos dias de hoje. A primeira escola pública de que se tem notícia na Europa foi fundada em Genebra na Suíça, as famílias eram obrigadas a levar seus filhos à escola. A suíça hoje é uma referencia na Europa na educação e o próprio país é bastante desenvolvido.
     Os países que aderiram à reforma até hoje são os mais desenvolvidos em relação aos que tem origem católico-romana, posso citar a Alemanha, Franca, Inglaterra, Suécia, Suíça, Dinamarca, Noruega, Bélgica, Holanda, são países que mantém um nível de acesso a educação por todas as pessoas e que desfrutam de todo um desenvolvimento. Só para traçar uma comparação pegando Portugal, por exemplo, que é extremamente católico, Portugal é o país da Europa com o mais baixo nível de escolaridade. As famosas Universidades de Harvard, Oxford, e tantas outras são fundações cristãs protestantes. O que é um País que não investe na educação?
    Outra Contribuição dada foi a abolição da escravatura no século 19. O primeiro País a acabar com o tráfico de escravos foi a Inglaterra sob a liderança de um premier cristão chamado William Wilberforce, veja sua história nesse link , depois da Inglaterra todos os grandes colonizadores inclusive Portugal que escravizava no Brasil, foram pressionados pela Inglaterra que tinha a Marinha mais forte do Mundo a acabar com essa pratica comercial bastante rentável e comumente aceita por toda a história.

     No Brasil ainda não houve uma grande virada em relação a contribuição dos cristãos para mudanças sociais, políticas, e acima de tudo de arrependimento da nação, por isso creio que necessitamos urgentemente de uma reforma no coração, precisamos chorar, nos converter, viver radical e intensamente o evangelho e impactar pessoas. Se o Sal não salgar, não presta mais para nada, leia mais coisas sobre a Reforma é compromisso nosso, de cada um que se diz protestante conhecer mais acerca desse movimento!

     Caso você não conheça tanto desse movimento eu recomendo que você como cristão pesquise, neste momento eu só quis fazer uma pequena abordagem, mas existem muitas outras literaturas e fontes na internet aonde você poderá ver com detalhes. Comente com o seu Pastor e líder, para que a sua igreja fique sabendo desse marco da nossa fé!