23 de out de 2010

A "biografia de Deus"

     A edição de novembro de 2010 da revista super interessante trouxe um assunto como matéria de capa que tenta trazer uma "biografia" de Deus, procurando falar sobre a "ascensão" de Deus que nos tempos antigos era considerado apenas mais um deus com d minúsculo no panteon de muitos deuses da antiguidade, a matéria trouxe uma possibilidade de um relacionamento ou convivencia do Deus javé com outras divindades e que ele não era nem o maior de todos, sendo apenas mais um no "concilio". Chegaram ao ponto de falar que Deus foi casado por algum tempo com a deusa Asherat dos cananeus, posteriomente se divorciando. A revista coloca sobre a ambição desse Deus de ter uma representatividade cada vez maior na humanidade, saindo da posição de deus como qualquer outro, mas desbancando outros deuses e começando então a cumprir sua vontade.
    Como traçar ou fazer uma biografia de um Deus que o número dos seus dias não se podem calcular?? Como biografar o autor da vida e da existencia de todas as coisas? Impossivel traçar uma linha de tempo e de acontecimentos para falar sobre o Deus que está no controle de tudo desde o principio até a eternidade que nos espera,  sem ele nada do que foi feito se fez. Essa matéria consiste em mais uma frustrada tentativa de o homen caído com todos seus sentidos entenebrecidos colocar o Deus que é vivo dentro das suas linhas de pensamentos, tendenciosas e limitadas que só fazem tropeçar os próprios pés e terem confusões várias.
    Nem tudo de tudo é ruim, pois a matéria em si tras muitos conhecimentos que podem ser levados até certo ponto em conta, tudo deve ser lido com os olhos cientificos, mas procurando se sustentar pela fé e analisar que o homen quando não conhecedor de Deus ele é tendencioso nas suas afirmativas para tentar demover crentes da fé verdadeira no Deus vivo, ou afastar aqueles que ja estão longe do contato com o sobrenatural.
  Deus não precisa nos explicar tudo, ou nos fazer entender todas as coisas, ainda que a nossa fé tenha muitas explicações e razões plausiveis do ponto de vista humano, mas fé é crer e ponto final, não necessitando de muletas ou apoios para crer.
    É sempre bom saber e estar informado de tudo que ocorre e de tudo que o homem procura fazer para limitar o Deus vivo dentro de seus pequenos espaços mentais e temporais, dentro de seus recipientes limitadissimos se comparar os com pensamentos de Deus que são sempre muito maiores. Não deixemos nada enfraquecer nossa fé que é um testemunho do Espirito Santo dentro de nós.
    

0 comentários:

Postar um comentário