14 de dez de 2011

O Natal é uma época linda. Vitrines enfeitadas, luzinhas nas casas, pinheiros.
Promoções nas lojas. Amigo secreto. Presentes embaixo da árvore de Natal.
As pessoas ficam mais amigáveis, mais alegres, mais felizes… dever ser o tal “espiríto natalino”.
Presépios. Maria, José, os animais, o anjo, o menino Jesus.

Menino Jesus?  Sabe o que me corta o coração nessa época? Ver que muitas pessoas tratam Jesus como esse menino, esse bebê deitado numa manjedoura e muitas vezes esquecem que o importante não é ter um menino Jesus em sua casa e sim, um Jesus Salvador em seu coração.
Me dói ver que as pessoas só se lembram de Jesus nessa época, porque comemoram o seu nascimento. E eu me pergunto, se as vezes eu não sou assim.
Ao contrário do que muitos pensam, Jesus não é mais um menino. O que muitos esquecem, é que esse mesmo “menino” morreu por elas (e por mim e por você), para que Ele não fosse mais lembrado como um menino, mas sim, para que Ele fosse lembrado como o Salvador, o Deus vivo que veio à Terra.
É fácil lembrar de Cristo só no Natal. É bonito dizer: o nascimento de Jesus.
Só lembrar de Jesus no natal. Quando Ele deveria estar vivo em nossos corações, dia após dia e não somente no Natal.
Outra coisa que me entristece é o tal “espírito natalino”. Que tal a gente pensar um pouco no Espírito Santo também?
Bom, creio que esse vídeo resume bem o que to tentando falar.

Com amor
Pati Geiger
Meu twitter: @patigeiger
Meu blog: Ideias no forno
Meu facebook: Pati Geiger

Texto postado no blog Não Morda a Maçã
Em 21 de dezembro de 2010.

0 comentários:

Postar um comentário