13 de fev de 2013

A graça Comum e a Hipocrisia!

     Existe um Dogma protestante da "graça comum", que seria resumidamente uma graça de Deus que leva o homem a produzir boas coisas, artes, culturas, etc. Essa graça não é a salvadora, segundo a teologia reformada, em relação a Salvação seria uma outra graça. No momento o foco desse texto é falar sobre a graça comum e sua aplicação entre nós Reformados na consciência.
A graça Comum implica dizer que há algo de Deus em toda a manifestação cultural, seja ela popular ou não, seja ela de qual povo for, Indu, Africano, oriental, ou qualquer uma outra forma de se expressar. Conforme Vemos em Tiago 1.17 " Toda boa dádiva e todo o Dom perfeito Vem de Deus". Toda expressão cultural humana contém algo de Deus. 
     Entendemos com tudo isso que podemos então como cristãos apreciar as Artes, as Culturas, e as formas de se expressar mesmo que ela não tenham rótulos da nossa tradição cristã, percebemos uma liberdade para realmente ver Deus aonde não necessariamente se chama pelo nome do Senhor, mas que o Senhor soberano criador esta lá naquela maneira de ver e expressar sentimentos. O problema começa Quando a graça comum de Deus serve apenas para as minhas visões daquilo que eu acho legal e pra outras não, Um exemplo bem claro disso é a questão do Carnaval que como festa e manifestação de cultura popular é demonizado pela maioria dos cristãos que gostam de Rock, artes marciais, filmes em geral de guerra e coisas do tipo. Então o cidadão vai lá em nome da graça comum no show de rock, mas quando vêm o carnaval fica julgando como demoníaco a pessoa ir pular na rua ou assistir o desfile. é claro que no período de carnaval existe a prostituição e as drogas, mas essa festa é apenas o pretexto do vazio do existir humano para pecar e pecar, coisa que acontece durante o ano todo de ninguém culpa outras datas. Tudo nessa vida tem seu lado Ruim e Bom, até mesmo nós como Igreja temos lados ruins e seria bom admitir, pois é saudável confessar equívocos.
    Não pude deixar de colocar aqui a hipocrisia que muitos têm com esse tipo de atitude, a graça comum existe e serve para todas as culturas, é um meio de nós apreciarmos o que é bom, e é um instrumento evangelizador, pois as culturas prestam serviço ao evangelho quando bem utilizadas, espero ter contribuido com essa opinião para que a nossa espiritualidade seja cada vez menos "fermentada" com a hipocrisia que é o espírito daqueles que mataram Jesus.

2 comentários:

  1. Concordo que a graça comum é que capacita o homem a criar as artes, a música, a cultura e tudo o mais. Mas nem tudo que o homem cria pode ser apreciado com esse pretexto, temos que ser sábios, e não "cultuar" a cultura, mas envolver-nos com ela e transformá-la para glória de Deus. Um cristão de verdade não apreciará o carnaval, assim como não deve apreciar as passeatas "gays", por exemplo, isso é cultura, mas não glorifica a Deus!

    ResponderExcluir
  2. Olá querida! Seguindo o blog, adorei.



    (Comente e Siga-me)
    http://gabriellyrosa.blogspot.com G.R ♥

    ResponderExcluir