4 de fev de 2013

COMUNHÃO DO ESPÍRITO

Atos 2:42
Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e á comunhão, ao partir do pão e ás orações.

Ás vezes estar na igreja parece não fazer sentido. Por isso, muitos optam por um Cristianismo sem uma adesão á igreja local. Procuram exclusivamente a comunhão com o Espírito Santo dissociada da comunhão com a igreja. Mas esse é um conceito gnóstico e não-cristão. Foi o próprio Deus quem explicou e ofereceu os parâmetros para um relacionamento completo com Ele. A esse relacionamento pôs o nome de " comunhão". Essa comunhão se manifesta a partir de uma união entre o indivíduo, seus irmãos na fé e a pessoa de Cristo. Ela é uma dádiva para o seu povo, e nela há uma maravilhosa unção.Essa é a noiva comunidade e o novo ser humano que a Palavra define como "nova criação". Ou, como o alemão Dietrich Bonhoeffer escreveu em seu livro Discipulado: " O novo ser humano é Cristo e a igreja ao mesmo tempo. Cristo é a nova humanidade   em seres humanos novos. Cristo é a igreja". Logo, fica claro que não é possível ser um cristão fora da igreja local. Imagine as consequências de se viver na comunhão do  Espírito. Quantos novos significados, novas experiencias e novas atitudes. Na comunhão do Espírito haverá o balsamo divino contra o cansaço existencial, o medo e a ausência de propósito.

Um comentário: