13 de jun de 2012

Ah, o amor...


Quando o Paulo me falou sobre postar sobre o amor nesta semana, à princípio, não quis. Mas, acatei o pedido do "chefe", e cá estou.

Atualmente, diria que não sou a pessoa mais indicada para falar de amor e relacionamentos, entre homem e mulher. Eu acho lindo estar apaixonado. É gostoso ter em quem pensar, descobrir algo do outro (mesmo quando parece que já o conhecemos bem), briguinhas e, ao mesmo tempo, fazer as pazes. É uma delícia esse joguinho da conquista, paquera, do milk shake dividido, enfim, todas essas coisas cute, pelas quais os casais passam. Eu acho que relacionamento é isso: você estar com alguém que também quer estar com você. O sentimento mais bonito é o correspondido.

A vida não é fácil. As pessoas não são fáceis. E muitas vezes demoramos a encontrar essa "metade da laranja". Conhecemos várias pessoas que vêm e vão, e que nos dei deixam marcas. Boas e ruins. Inevitável. Quantas vezes um mesmo coração acelerou por felicidade e por aflição?! Quantas vezes um certo alguém provocou amor e ódio (mesmo que temporário)?!

Sou dessas que acredita que Deus tem aquela pessoa pra mim, que vai me fazer feliz do jeito que sou, da mesma forma que o farei também. Aquele alguém que aguentará meus defeitos, como eu também saberei lidar com os dele. Tive relacionamentos por conta própria, que não deram certo, claro. Permaneço esperando em Deus - sem ser aquela desculpa de solteiro, rs'- crendo que dEle receberei o melhor para mim. Não sei do meu futuro, mas Deus sabe. Por isso, confio na vontade dEle.

Aos solteiros, digo: Confie no melhor de Deus! Aguarde o tempo dEle, Ele fará. E aos felizardos que já encontraram seu amor: Cuide, cultive, dedique-se, valorize, eternize; faça de cada momento único e inesquecível.

0 comentários:

Postar um comentário