3 de mai de 2013

Satisfação, Sentido e Propósito.

Olá irmãos, paz de Cristo seja conosco!

Ultimamente tenho pensado demasiadamente sobre satisfação, sentido e vida. Muitos de nós seres racionais, intelectualmente evoluídos vivemos em busca de sentido, da satisfação e do propósito da Vida, hoje podemos notar o condicionamento do homem com as coisas da vida, mas de fato ela nos traz felicidade, apenas momentânea, precisamos entender que nossa suficiência, sentido, propósito e fim está em Cristo e nada mais a não ser Ele é capaz de satisfazer a Eternidade posta por Deus nos coração dos homens (Ecles 3-11).
Existiu um homem que foi rei e em sua época ninguém foi mais sábio que ele, Salomão, pediu Sabedoria Sabiamente ao Senhor e fez grandes feitos por Israel, e tudo o que desejou a ter ele teve:

“Tudo que Salomão desejou ter, ele teve. Experimentou de tudo – como ele mesmo diz – não se negou a nada que os seus olhos desejaram. Não se recusou a dar prazer ao seu coração.”
[Eclesiastes 2.10]

Porém Salomão escreveu algumas reflexões sábias extraídas do seu interior angustiado e tedioso em relação ao sentido e propósito de vida se você ler Eclesiastes verá, e o dilema vivido por Salomão é o mesmo que o nosso por diversas circunstancias e certos acontecimentos envolvendo pessoas ou pelo simples fato de estar tudo bem, até nos deparamos com a inutilidade e os prazeres dessa vida, vivemos uma rotina desgastante e bizarra, que parece utopia onde possuímos 24h pra se viver, 8h dormimos, 8h trabalhamos e as outras 8h temos que dividir com a família, amigos, faculdade e tantas outras coisas.
Salomão mesmo sendo o mais sábio de sua época teve tudo o que seus olhos almejaram, mas quando nos deparamos com o ‘dilema’ de sua crise existencial notamos que em nada mais ele encontrava sentido, em vários capítulos discorridos ele exaustivamente diz: “É vaidade, tudo é vaidade.” em outras traduções: “Inútil, tudo é inútil.”.
Fico um tanto quanto perplexo como um rei dotado de Sabedoria, repleto de riquezas e cujo reinado durou aproximadamente 40 anos estava ‘inconformado’, ‘sem sentido’ e um tanto quanto reflexivo a respeito da Vida.
Bom, talvez podemos viver este dilema, mas apesar de toda essa crise existencial vivido por Salomão e conselhos discorridos nas folhas de Eclesiastes, no capitulo 12 ele conclui dizendo:


“Agora que já se ouviu tudo, aqui está a conclusão: Tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos, porque isso é o essencial para o homem. Pois Deus trará a julgamento tudo o que foi feito, inclusive tudo o que está escondido, seja bom, seja mau.”
[Eclesiastes 12:13, 14]

Irmão, que o Senhor nos ensine que todo sentido, satisfação e propósito está nele a Eternidade do coração do homem não pode ser preenchido pelos prazeres desta vida, tudo está nEle. Ele subsiste em tudo em todos em sua multiforme graça.

Que o TEMOR, DEVOÇÃO e SUBMISSÃO seja a SATISFAÇÃO, o SENTIDO e o PROPÓSITO de nossas Vidas ao Senhor.

Deus nos abençoe e nos conserve em sua Palavra.




0 comentários:

Postar um comentário