5 de set de 2015

Se Deus é bom porquê deixa acontecer o Mal?

   

     Todos nós estamos perplexos com as coisas que andam acontecendo no mundo, poucos são alienados ao ponto de não ver quantas barbáries estão acontecendo. Todos viram a chocante imagem de uma criança síria morta na beira do mar por ter caído do bote aonde estava com seu pai refugiado de um país cujo presidente está massacrando a população. Essa Foto nos coloca em posição de perguntar porquê isso acontece? se Deus existe, aonde esta ele diante disso? porquê ele permite tais maldades? Com poucas palavras sem ser cansativo quero colocar uns pontos que nos ajudarão a refletir sobre essas questões.
      Como a nossa proposta é pensar sob uma perspectiva cristã não há como não voltar ao pecado original(Gênesis 3) como fonte da nossa caminhada e retornar a pergunta de uma outra forma: Nós como raça humana temos desde o principio tido uma atitude de rebeldia para com Deus, o homem tem se entregado a toda sorte de ganâncias e egoísmos, temos mergulhado em nossos prazeres e projetos de felicidade pessoal, mas queremos perguntar pra Deus qual é a razão de tanta injustiça? a pergunta sobre Deus permitir o mau sendo ele bom é honesta e lógica(em partes) eu admito, mas muito mais honesto e mais lógico ainda é perguntar se o homem têm procurado a Deus, ou se ele tem se rebelado cada vez mais contra a ordem natural das coisas que são impressas em suas consciências e expostas na palavra de Deus, é sempre mais maduro olhar para si ao invés de buscar em algo fora de nós.
     Alguém que se omite diante das coisas erradas e injustas todos os dias, alguém que não se envolve em nenhum bem para outros, que vive seus caprichos, cumprindo suas vontades nos outros, não me parece ser a pessoa mais indicada a dizer o que é injustiça, quanto mais questionar se Deus é justo ou não por coisas que acontecem no domínio da ação humana. Os mesmos que defendem o aborto como método contraceptivo por exemplo, são aqueles que colocam suas Dúvidas em relação a Deus, não por que estão com dúvidas, mas por que não querem de fato a vida que Deus propõe a eles. 
    Talvez se estivesse o homem afirmando sua responsabilidade, seu pecado, sua atitude rebelde, anti-Deus, tivéssemos uma esperança, mas sei que não haverá, alguns homens de fato são réprobos, são envenenados, engodados com o pecado de uma tal forma a não mais se enxergar mais sua condição miserável. Somos industriais na produção de pecado e injustiça, somos lentos e artesanais na produção de bondade e na prática das coisas reprovadas por Deus, essa conta não fecha, essa relação está em desequilíbrio. Nós seres humanos somos assim mesmo desencontrados, perdidos, e sempre procurando respostas fora de nós, ignorando a nossa condição, erramos e erraremos sempre o alvo.
   Fica o fato de que não temos razão em questionar a bondade sendo nós a causa da maldade, essas questõezinhas soam lógicas, porém guardam em si um tanto de blasfêmia, pois não podemos em hipótese alguma questionar a bondade e a justiça de Deus, bem  como sua soberania. Diante de uma tragédias nos resta silenciar e pensar sobre nós mesmos e tentar voltar para Deus.







0 comentários:

Postar um comentário