21 de jun de 2012



* GENTILEZA GERA GENTILEZA*









Olá eu sou o Antônio Pereira, e estarei compartilhando com vocês um pouco do que Deus tem me ensinado. Espero verdadeiramente que vocês sejam alcançados através dessas "revelações", Paz!




"E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem... "
Lucas 23:34  


      Por diversas vezes já ouvimos esse versículo em sermões, em livros, e até mesmo em posts. E Deus tem mostrado nele coisas que nunca havia enxergado. É incrível e admirável vê as palavras que Jesus usou  como resposta para pessoas que queriam crucifica-lo injustamente, pessoas que preferiram soltar uma pessoa que tinha cometido crime contra a ordem pública e até cometido homicídio  (Lucas 23:18-19) 
Jesus compreendeu as limitações humanas. Entendeu que o ser humano só domina o mundo externo e ainda assim com dificuldade. 
 Qual normalmente é nossa postura quando somos acusados injustamente ? O que fazemos quando vão contra nós? Queremos provar nossa inocência, desmentir e até mesmo acusar os que querem nos crucificar.
 Somente alguém que conhecia as limitações humanas em suas raízes mais íntimas poderia amar incondicionalmente o ser humano numa sociedade saturada de preconceitos e discriminações. Somente alguém que penetrou na entranhas da alma poderia perdoar e dar tantas chances quanto fossem necessárias para alguém começar tudo de novo.
  Em uma terra de exclusão , Jesus acolheu. Em uma ambiente social onde uns queriam estar por cima dos outros, Ele só admitiu estar acima das pessoas quando cravado sem piedade na cruz. Ninguém foi tão grande como Ele e ninguém se fazer tão pequeno.
 Um pai nunca será um grande pai se não aprender a se curvar e penetrar no mundo dos filhos. Jesus se fez pequeno para tornar grandes os pequenos. 
  Você consegue se fazer pequeno para alcançar as pessoas que não têm o sei nível intelectual ou sua experiência de vida? Não adianta criticá-las. A crítica sem afeto angustia e controla a abertura da memória das pessoas a quem é dirigida. É necessário valoriza-la para que haja cura em seus interiores. Assim, nossas palavras se tornam capazes de arejar a emoção dos outros. Nem Jesus com todos os motivos quis o mal de seus acusadores, porque sabia seu verdadeiro valor. 
  Talvez seja mais fácil para nós trabalhar com pessoas de fácil relacionamento. Talvez você quisesse ter filhos menos complicados alunos menos problemáticos, colegas de trabalho mais receptivos e abertos. Mas nunca se esqueça de que vários nomes de sucesso da atualidade foram no passado muito difíceis. Porque tiveram sucesso ? Porque alguém investiu neles. As pessoas mais problemáticas poderão ser as que mais lhe darão alegrias no futuro. Jesus quis trabalhar com pessoas difíceis para mostrar que vale a pena investir no ser humano. Trabalhou pacientemente os que eram considerados escórias da sociedade, e eles ,aprenderam a arte de amar. Ensinou-lhes que nas pequenas coisas se escondem os mais belos tesouros. Invista na sua vida e na vida de outros!
  Esse é o único investimento que ganha sempre, mesmo quando perde. Ainda que as pessoas que você carinhosamente cuidou o abandonem, um dia eles voltarão, pois as sementes tardam mas não deixam de germinar . Confie nas sementes. 

Um comentário:

  1. Realmente é o único investimento que ganha sempre e como pastor vivencio muito isso!Mas como muito bem colocado:preciso confiar nas sementes!!!Investir em quem não dá trabalho é muito mais fácil!Mas precisamos ser como Jesus, escolheu caras loucos e os tornou discípulos seus, e os mesmo fizeram história!Precisamos servir e não somente ser servido, pois muitos servem mas também querem escolher a quem servir!Servir aquele que nos serve é fácil, agora servir aquele que nos menospreza, fala mal, que dá trabalho é o mais complicado!Com a força de DEUS se agirmos assim, tornaremos seres melhores e com certeza o nosso mundo será melhor. . .

    ResponderExcluir