24 de set de 2012

Vivendo na Dependência !?

 Graça e Paz amigos, escolhi um tema desafiador para estarmos abordando esta semana e torço para que ele acrescente a sua Fé.

“Ainda que ele me mate, nele esperarei; contudo, os meus caminhos defenderei diante dele.” (Jó 13.15).Viver na dependência de Deus é ter total confiança e esperar o tempo dele agir, na confiança que os pensamentos de Deus a nosso respeito é bom “Porque eu bem sei o pensamento que penso de vós, diz o Senhor; pensamento de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais” (Jr 29.11). A bíblia nos relata que para tudo tem um tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu (Ec 3.1). O tempo pertence a Deus e o cumprimento daquilo que ele fala, temos um grande exemplo de promessa a de Abraão e Sara sua mulher, ela recebeu a virtude de conceber fora da idade; porquanto fiel foi aquele que prometeu (Hb 11.11). Discorreremos sobre como conviver com os problemas sem deixar de esperar no Senhor, viver na dependência de Deus e conformar-se com a vontade dele.

Convivendo com os problemas:

 Necessariamente devemos aprender a conviver com os problemas que surgem durante o nosso cotidiano. A bíblia enfatiza o exemplo de Jó, e através dele aprendemos a viver na dependência de Deus, provações inesperadas (Jó 3.25), a sua maneira de se conduzir na dependência de Deus nos levam a compreender essa necessidade. Na ótica humana a deplorável situação de Jó seria o suficiente para blasfemar contra o Senhor, mas a sua fidelidade a Ele o levara a receber mais do que havia perdido, é assim que o Senhor faz com quem vive na sua dependência, pois tudo Ele pode (Ef 3:20). Todos nós independentemente de ser religioso ou não sofremos, no entanto todos necessitam de ajuda, que nem sempre as pessoas que nos rodeiam podem fazer.

 Vivendo na Dependência de Deus:

Raramente as pessoas querem submeter-se a viver na dependência de alguém, muito menos de Deus, porque viver na dependência de Deus requer: Renuncia; submissão e obediência, além de entender a sua soberana vontade. Quando se faz o querer de Deus, como fez Abraão, prefere-se deixar tudo para trás e obedecer a voz de Deus (Gn 12.1-4; Hb 11.8). A melhor maneira de viver na dependência de Deus é entregar-se totalmente em suas mãos e deixar que ele se encarregue de abençoar e realizar todos os projetos independentemente das nossas limitações (Dt 28:12).


Conformar-se com a vontade de Deus:

Nem sempre queremos aceitar o querer de Deus porque muitas vezes contrariam os nossos (2 Co 12.9,10), entretanto o desejo de todo ser humano é ficar livre definitivamente de todos os problemas, mas isso é impossível acontecer, não que seja impraticável a Deus, mas porque Ele opera em nós tanto o querer quanto o efetuar (Fp 2.13-15). Levar a cruz como Jesus falou aos discípulos (Lc 9.23), não é uma cruz literalmente, mas toda carga de sofrimentos e de renuncia que enfrentamos na vida cristã, por isso é necessário buscar forças para suportar.Quando confiamos plenamente em Deus, nos eximimos de certas responsabilidades, pois vivemos na sua dependência, exceto as coisas que é posta para nós fazermos ou que alude somente a nós. “Devemos não apenas viver na dependência de Deus, mas conforma-se com a sua soberana vontade “...para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12.2b).“Porque eu bem sei o pensamento que penso de vós, diz o Senhor; pensamento de paz e não de mal, para vos dar o fim que esperais” (Jr 29.11).

Tenha uma semana abençoada!!
Paz.

14 de set de 2012

A DIREÇÃO

Oiii galera, beleza? Bom, sou nova aqui no blog e como primeiro post, quero falar sobre algo importante, a nossa busca pelo Pai e pelo seu Reino.
Vamos lá...

“25 Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir”. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?
26 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?
27 Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?
28 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam;
29 contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.
30 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?
31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir?
32 (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.
33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
34 Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus 6-25:34

Conheço uma mulher que sofre muito, pois seu marido a traiu com outra, ela sempre orava ao Pai pedindo seu marido de volta, mais isso não acontecia. Certa vez ela se achegou perto de mim e perguntou "Você ora por mim e pela minha família?", eu respondi a verdade, disse que sim, em seguida ela perguntou "Como você ora?", eu respondi, "Peço ao Pai que abençoe a sua família, que a vontade d'Ele reine sobre a sua vida e que você busque a Ele primeiro!". Para a minha surpresa ela ficou chateada comigo, perguntei a razão deste sentimento e ela me disse, "Você ora errado, você tem que pedir pra ele voltar para a minha casa e não pedir isso!", em meio daquela situação eu perguntei a ela como ela orava em relação a este motivo e ela respondeu da seguinte forma, "Eu oro pedindo a Deus que ele termine com a amante e volte para a minha casa!".
A partir daquele dia, comecei a perguntar a Deus, “Papai, quantas pessoas estão orando todos os dias e ainda não aprenderam que devem buscar primeiramente a Ti?”. Depois deste ocorrido comigo, algo abriu os meus olhos, existem tantas pessoas que estão correndo atrás das bençãos de Deus e não da sua presença ou ainda, pessoas que se preocupam com coisas inúteis, como o que vestir e o que comer e esquecem do PAI.
“28 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam;” Mateus 6-28. Então, já olharam os lírios do campo? Eles são muito mais elegantes que nós mesmos... E são criação do Pai, assim como nós, eles são totalmente entregues a Ele, assim como devemos ser.

Veja querido, ore ao Pai deixando claros os seus anseios e desejos, mais antes de tudo, ore pedindo a sua presença cada dia mais, pois não adianta buscarmos somente as bênçãos, pois sem a presença de Deus, elas nunca chegarão até você.
“33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6:33.

Se liga irmão... Somente Deus pode suprir tudo o que você necessita, somente Ele é a direção!

10 de set de 2012


Verdade

Graça e Paz irmãos, eis mais uma semana para compartilharmos da Palavra de DEUS que agrega ao nosso caráter de forma insubstituível e único.
Na semana passada tive lendo um texto do irmão na Fé René Kivitz e me edificou bastante e resolvi postá-lo esta semana e creio que o Senhor vai falar com você.

"A porta da verdade estava aberta,
mas só deixava passar meia pessoa de cada vez.
Assim não era possível atingir toda a verdade,
porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.
E sua segunda metade voltava igualmente com meio perfil.
E os meios perfis não coincidiam.
Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
Chegaram ao lugar luminoso onde a verdade esplendia seus fogos.
Era dividida em metades diferentes uma da outra.
Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
Nenhuma das duas era totalmente bela.
E carecia optar.
Cada um optou conforme seu capricho, sua ilusão, sua miopia.

O poema de Carlos Drummond de Andrade é um convite à humildade e à comunhão. Comunhão não existe sem humildade. E sem as duas, não existe experiência da verdade. A verdade a gente não sabe. A verdade a gente vive quando ela se apropria da gente. A verdade não é coisa da razão, resultado da reflexão. A verdade é soma de corações e não de cabeças. A verdade é coisa fugidia, que não se deixa prender na gaiola dos raciocínios, não cai nas armadilhas dos pensamentos. A verdade é isso, a gente experimenta, saboreia, se delicia, mas não fica com ela como quem tem posse, pois a verdade é maior do que nós. Em cada um de nós só cabe meia verdade. E a gente tenta fazer uma verdade inteira juntando as partes e ficando com elas, como quem rouba do outro a metade que está com ele, pra depois a gente ficar dono da verdade. Mas a verdade não participa desse jogo.
O jogo da verdade não é soma, é partilha. Não é brincadeira onde quem tem mais meias verdades ganha. É mais como uma dança aonde a beleza e o alumbramento vêm no par, ou até mesmo na roda, aonde as mãos e braços vão se encontrando e se despedindo, até que todo mundo na roda vive a verdade, e brinca com ela cada vez que os braços se entrelaçam e as mãos se acariciam. No fim da noite, quando cada um vai para casa descansar, a verdade também se recolhe, para que no dia seguinte todo mundo se precise novamente. Assim a humildade e a comunhão cuidam da verdade.
Na dança da verdade, meia verdade é verdade com limite, é verdade incompleta, dizendo para todo mundo que as idéias são menos importantes que as pessoas. Quem não consegue entrar na roda e quer espreitar para colecionar fragmentos de verdade, imaginando ser possível ficar dono da verdade e viver tomando conta da verdade, de fato, não vive com a verdade, mas com o capricho, a ilusão ou a miopia. Porque prefere as idéias às gentes, fica com a mentira, porque a verdade é uma pessoa e não um conceito.
A verdade é uma pessoa, que gosta de brincar, de rir e de chorar. A verdade é uma pessoa que se dá a conhecer na comunhão dos humildes: “onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, eu estarei no meio deles”, disse a verdade inteira aos que tinham consigo apenas meias verdades."

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade."
2 Coríntios 13:8

Tenha uma Semana repleta e cheia da Vida de Deus.

3 de set de 2012

Defuntos na Igreja !?

Graça e Paz irmãos !

Tive pensando no que escrever, mas me veio a mente algo banal mas que tem incomodado-me se é que posso dizer assim.
Esta semana quero compartilhar com vocês sobre os 'zumbis' da igreja, aqueles que estão vegetando, aqueles que passam anos e estão do mesmo jeito nunca há uma evolução.
Bem o texto que quero compartilhar está em Romanos 12-11:

"NÃO SEJAM PREGUIÇOSOS QUANDO É NECESSÁRIO O TRABALHO ÁRDUO; SIRVAM, PORÉM AO SENHOR COM FERVOR (GRANDE DEDICAÇÃO, GRANDE DESEJO, ÍMPETO) ESPIRITUAL."

Bem esse texto é bem simples mas que retrata possivelmente uma realidade entre os romanos ou apenas uma precaução de Paulo.
Mas o alerta para nós hoje é que com os dons que Deus nos deu irmão, não hesitemos em servir a Deus e ao irmão, mesmo para aqueles que ainda não descobriram seu dom ou que acham que não possuem, precisamos atentar para não nos tornarmos apenas freqüentadores de Igreja, Existem pessoas que definitivamente vegetam e não acordam.
Sinceramente eu fico tentando visualizar, entender o que tem na cabeça uma pessoa dessa, sabe mesmo que tenhamos problemas, adversidades precisamos crer na palavra, e não podemos deixar-nos abater por qualquer probleminha que apareça em nossa frente.
Saiba que existe um Deus e sempre lembre que o controle de tudo está nas mãos dele, e não pare de frutificar pela morte do irmão, se que Você me entende.
Semanas atras conversava com um irmão que tem cumprido fielmente o 'papel' de servo, e que estava meio chateado pois os defuntos não faziam mais nada, e hesitou em parar e morrer também, mas aí mora o perigo.
Sabe as vezes nos preocupamos demais com os outros ou com aquilo que não temos e esquecemos o 'Eu' e com o que temos. Meu querido você não precisa morrer por causa de outro, continue a servir generosamente que o Senhor é quem te recompensará, não que isso seja a motivação do seu coração e sim porque seu Coração ama e deseja cumprir o que o Senhor nos designou.

Deus te abençoe.